Impressora não fiscal organiza pedidos em redes de fast food

11 setembro 2015
Category
Tech
Comments Comentários desativados

A impressora não fiscal gera organização e evita atraso nos pedido

Qual é o seu pedido? A impressora não fiscal imprime a resposta e você passa a olhar o display de led, ansioso, à espera de seu pedido. Este cenário é comum em praças de alimentação de shopping centers em todo país. Como este tipo de estabelecimento preza pela agilidade no atendimento e entrega dos pedidos, é importante contar com um equipamento confiável e que esteja à altura de suas demandas.

“Para ser sincero, não sou tão fã deste tipo de comida, prefiro uma refeição em um ambiente mais aconchegante, batendo papo com amigos e familiares. Por outro lado, um sanduiche é sempre bom, nos entregamos a estas tentações, e mesmo não sendo a minha primeira escolha, admito que analisando a quantidade de tempo gasto na preparação, e toda a organização, com a sua notinha feita pela impressora não fiscal, o sabor do resultado final é muito bom”, diz o professor Jeferson L. de Coimbra.

A impressora não fiscal faz parte do sistema do caixa onde o cliente escolhe qual será sua refeição. “O nosso sistema trabalha de várias formas ao mesmo tempo. Há o sistema de cobrança e registo das vendas, que são importantes para a contabilidade do volume de vendas do dia, qual é a média de vendas em dinheiro e quais são os lanches mais pedidos, além de fornecer informações fiscais para a auditoria por parte de órgãos do governo. Estes dados também são analisados pela coordenação regional, e as vezes mundial, que podem definir políticas adequadas àquela loja”, informa Júnior Barbosa do Nascimento, gerente do McDonald’s com o maior volume de vendas das Américas, localizado em um shopping center na zona leste de São Paulo. “Só perdemos para algumas filias na China, mas também é apelação, eles têm um bilhão de habitantes por lá”, ele brinca

Segundo ele, a impressora não fiscal está relacionada à organização da logística interna da loja. Conforme o cliente faz seu pedido, ele recebe o cupom fiscal e outro com o conteúdo da sua escolha. Enquanto isso, as informações já aparecem na tela do monitor para a gerência e na impressora não fiscal de cada área, lanches, bebidas, acompanhamentos, e sobremesas, se for o caso.

“Atendemos milhares de pessoas todos os dias. Como estamos conectados a uma estação de metrô e um terminal de ônibus, temos movimento todos os dias da semana. É comum a pessoa ao voltar do trabalho, parar para uma refeição antes de voltar pra casa. E ficamos muito felizes com isso”, ele acrescenta.

“A impressora não fiscal me dá uma ferramenta de controle. Com ela posso conferir o meu pedido e ter certeza de que nada está errado”, conta a enfermeira Rosane V. de Oliveira, que admite ir na loja pelo menos duas vezes por semana.

Se você está procurando uma impressora não fiscal para comprar, acesse: http://www.informaticashop.com.br/impressora-nao-fiscal.html 

Comments are closed.